FAQRegrasPortalInícioRegistrar-seConectar-se
A Academia Portuguesa de Magia regressa em Agosto em novos moldes. Fiquem atentos!

Compartilhe | 
 

 Aniversário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ema Watson
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 945
Data de inscrição : 23/06/2011
Idade : 27
Localização : Lisboa

Ficha Feiticeiro
Nº de Pergaminhos Normais:
100/100  (100/100)
Nº de Pergaminhos Teste:
12/12  (12/12)

MensagemAssunto: Aniversário   Ter Dez 13, 2011 12:41 am

Estava deitada na relva de olhos fechados. Os exames já tinham terminado e em pouco tempo iria para casa da minha avó para as férias. Os meus pais nem sequer me tinham dito nada. Eu estava a passar mais um aniversário em branco. Era sempre assim quando eu lá estava e parecia que ia continuar. Pelo menos da minha avó esperava alguma coisa…
Agora numa pausa de estudo, com o fim dos exames, queria era não pensar em nada.
Era cedo e com o nevoeiro cerrado não se via nada. Ali no meio daquele “fumo” era como se tivesse fora da realidade por uns tempos.
Longe do cansaço dos exames, longe de um Aeris envelhecido e ainda em recuperação, longe do problema que tinha que falar com a Emily, longe das saudades da Alex, longe da culpa pelo Cold, longe de um aniversário mais uma vez solitário, longe do silêncio que andava a dar, quase sem pensar, à minha avó, longe das preocupações dos meus sonhos, de tudo e de todos.
Aquela paz era bastante bem vinda e inédita, quando achava que já ia entrar em colapso por insónias. Deixei-me adormecer naquela humidade exagerada e ali fiquei.
Quando acordei era já final do dia e o céu estava rosa arroxeado. O nevoeiro devia ter passado á muito já que agora dava lugar a um céu com apenas algumas nuvens.
Espreguicei-me e olhei para o lado e uma coruja pequena dormitava ao meu lado. Kii!
Tossi ligeiramente para o avisar que estava acordada.

“Então… a dormir em serviço?!” – brinquei a sorrir – “trazes-me novidades de casa? A avó está bem não está?!” – a minha expressão alterou-se de preocupação e levantei-me de um pulo.

Assustei-o tanto que voou para longe de mim e só voltou quando viu que eu não parava de o fixar alarmada.
Esqueci-me completamente que era o dia do meu aniversário e que seria normal receber um telefonema dela. Como isso não era possível, teria de ser por carta.
Entregou-me uma carta e voltou a dormitar, desta vez num dos ramos baixos da árvore mais próxima.

“Olá querida. Muitos parabéns. Eu queria ter-te enviado a tua prenda mas era demasiado pesada para isso. Quando vieres de férias logo ta dou. Chegou também há 5 dias uma encomenda de casa dos teus pais. Parece que sempre se lembraram que tem mais uma filha. Enfim…já até me chateei com a tua mãe sobre isso mas pronto. Ela que faça o que bem entender. Falando de coisas melhores.
Como andam essas notas? Os exames já terminaram? Olha que eu quero que a minha menina seja uma bruxa excelente. E quando digo isso é no bom sentido.
Não sei se o Kii chegará a tempo do teu aniversário. Ele é um pouco lento a voar às vezes mas até percebo, com um corpito daqueles deve ser difícil de cortar o vento.”

Olhei para o Kii à procura do tal “corpito”. Só conseguia ver uma coruja que com o tempo ficaria com muito excesso de peso. Não admira que andasse a voar lento. Ela só podia estar a confundir pequeno com magro.

“Coisas mais importantes. Tens deixado a tua avó muito triste com a tua falta de notícias. O que me vale é que eu não sou pessimista. Calculo sempre que esteja tudo bem mas que estejas só com muito trabalho. Eu nem quero pensar que não me irias escrever senão fosse eu ter de te enviar esta carta pelo aniversário.
Às vezes penso em escrever mais mas nunca sei se receberes assim tanto correio te acaba por distrair ou se vão chatear-se contigo. E também, estás a virar uma mulherzinha. Não quero que sintas vergonha ao pé dos teus amigos por teres uma avó muito chata.
Espero que possas voltar em breve a casa, mesmo que seja por pouco tempo. Ela sem ti não é a mesma.
O Kii tem sido uma grande ajuda a distrair-me de ti. É uma grande companhia. Ate me levou a pensar que por ser do vosso mundo fosse mais especial que as outras corujas, mágico. Ou então, nós muggles, andamos todos cegos. Porque pode ser uma habilidade deles, nunca antes explorada por nós, essa deles levarem correio e assim.
A tua mãe voltou a ignorar-me como antigamente, por isso mandei-lhe uma mensagem chateada. Gostaria de saber se eles vêm passar o natal contigo ou se querem que vás. Porque comigo eu já sei que eles se deixaram de preocupar à muito mas tu és filha. Eu não a percebo. Preciso de saber quantos seremos. E depois mandam uma encomenda pelos anos, como se o dinheiro deles pudesse substituir no que falham.
Falando neles, continuo à espera de uma fotografia.

Como correu aquele estudo com o teu professor que me pedis-te autorização?
Como anda o Aeris? Coruja autoritária aquela.

Atenção! Quando fores recompensar o Kii não lhe dês aquelas coisas que me mandas-te. Eu arranjei-lhe algo bem melhor, minhocas. Ele gosta muito de uma minhocas frescas, acabadas de apanhar. E está a ficar fino ainda por cima. Só quis “trabalhar” quando lhe dei uma mão cheia delas. É provável que faça o mesmo contigo, mas o coitadinho é tão bonzinho também…
Isso é o que eu lhe dou sempre. Divirto-me muito a apanhá-las.”

Ri-me. Não admirava que estivesse tão gordo.
Voltei a concentrar-me no melhor presente de anos de sempre, noticias da minha avó.

“ Os teus pesadelos melhoraram?

Repito, espero ver-te em breve.

Beijos da avó que te ama”


Depois de terminar de ler, olhei o Kii uma vez mais. Continuava a dormir. Quer me dera a mim ter essa facilidade ultimamente.
Levantei-me, sacudi a roupa da relva, virei-me e entrei pela porta da Academia a dentro, rapidamente em direcção à sala comum para elaborar uma carta de resposta.

_________________
Ema Rodrigues Watson

"A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda." Confúcio
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ema Watson
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 945
Data de inscrição : 23/06/2011
Idade : 27
Localização : Lisboa

Ficha Feiticeiro
Nº de Pergaminhos Normais:
100/100  (100/100)
Nº de Pergaminhos Teste:
12/12  (12/12)

MensagemAssunto: Re: Aniversário   Qua Dez 14, 2011 9:32 am

Ainda ninguém se encontrava no refeitório quando lá entrei. Todos os dias desde o fim dos exames alguns dos alunos iam embora para casa. Mesmo os que ficavam ou estavam a aproveitar para recuperar o sono perdido e descansar ou não tinham obtido os resultados desejados e estavam já a estudar.
Como estava sozinha jantei o mais rápido que pude. Dentro da minha cabeça tocava a versão inglesa dos “parabéns a você” e depois a espanhola, do pouco que eu ainda me lembrava das aulas que tinha tido.
Sorria e trauteava baixinho o que me cantava na cabeça. Apesar do silêncio inicial, até que o dia tinha terminado de forma muito boa.
Ao sair do refeitório acabei por encontrar o professor Andrew, o Carlos e a futura primeira aluna de 1º ano da academia com quem já trocava corujas, Emma Olly.
Os três deram-me os parabéns e falámos um pouco do que íamos fazer nas férias, se íamos ou não para casa, das compras na Diagon-Al e nas perspectivas do número de alunos do novo ano e depois, cada um de nós regressou às suas tarefas.
Eu, acabei por voltar para o jardim, contemplar a noite estrelada que ao contrário da manhã, estava sem uma única nuvem.

_________________
Ema Rodrigues Watson

"A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda." Confúcio
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aniversário
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Meu aniversário!
» Feliz aniversário Felix!
» ~Feliz aniversário pro Pikachu ~
» Parabéns ao aniversariante Cheren
» Aniversário do Katsu

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Fórum Antigo-
Ir para: